Notícias

« Voltar

Novas instalações da Vara do Trabalho de Itapetininga e região serão inauguradas na próxima terça-feira (20/8)

Os 260 mil habitantes da região de Itapetininga recebem, na próxima terça-feira (20/8), às 11h, uma unidade remodelada de atendimento da Justiça do Trabalho. A presidente do TRT da 15ª Região, desembargadora Gisela Rodrigues Magalhães de Araujo e Moraes, inaugura as novas instalações da Vara do Trabalho de Itapetininga. Construída em terreno doado pela Prefeitura local no cruzamento das ruas Presidente Jânio da Silva Quadros e José de Almeida Carvalho, a unidade beneficiará, além dos 160 mil itapetininganos, os habitantes de Alambari, Angatuba, Sarapuí, Guareí, São Miguel Arcanjo e Campina do Monte Alegre.

"Um acolhimento adequado é fundamental para que se possa promover a pacificação dos conflitos trabalhistas. Com a modernidade e a infraestrutura do que entregamos aos jurisdicionados, estou certa de que se sentirão muito bem acolhidos todos os que recorrem àquela vara do trabalho; magistrados, procuradores, advogados, servidores, patrões e empregados", destaca a desembargadora Gisela Moraes.

Com cerca de 800 metros quadrados de área construída, próximo ao centro da cidade, à Câmara Municipal, à Comarca do Tribunal de Justiça e à sede local da Ordem dos Advogados do Brasil, o entorno do prédio conta com ampla oferta de transporte público. Além disso, ele foi construído priorizando acessibilidade total, sanitários para pessoas com deficiência, pisos podotáteis e placas em braile. Duas salas de audiência ficarão disponíveis para atender a população.

Processos
A Vara do Trabalho de Itapetininga recebeu uma média de 1.700 processos nos últimos três anos. No mesmo período, foram solucionados 2.005 processos por ano. Apenas no ano passado, os magistrados e servidores da unidade julgaram 2.065 processos, 894 mais do que os recebidos de janeiro a dezembro.

Inaugurada há 32 anos, a Vara do Trabalho de Itapetininga foi uma das primeiras a serem criadas na 15ª Região. A unidade foi instalada em 3 de abril de 1987, apenas 4 meses após desmembramento do TRT da 15ª Região TRT da 2ª Região. Uma das características da unidade é a diversidade dos temas tratados nos processos ali pacificados, uma consequência da pluralidade de atividades econômicas realizadas na região. Maior produto interno bruto agrícola do estado de São Paulo, a região concentra, ainda, um importante polo têxtil e moveleiro, além de sediar pelo menos quatro multinacionais de grande porte.