Notícias

Anamatra lança pesquisa para apurar dificuldades e necessidades de responsáveis por pessoas com deficiência

Atendendo a uma sugestão da Comissão de Responsabilidade Socioambiental e Meio Ambiente do Trabalho, o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região apoia e divulga iniciativa da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra). A entidade lançou nesta segunda (7/10), pesquisa sobre as dificuldades e necessidades dos magistrados e magistradas que são pais ou guardiões de pessoas com deficiência. O questionário visa conhecer e compreender a vida cotidiana de quem se responsabiliza física e emocionalmente com a atenção desses brasileiros.
 
Para o diretor de Cidadania e Direitos Humanos da Anamatra, juiz Marcus Menezes Barberino Mendes, titular da Vara do Trabalho de São Roque, é de extrema importância a participação de todos os magistrados e magistrados que estejam nesta situação. A pesquisa vai balizar a atuação da Anamatra em busca de uma regulação abrangente e efetiva do regime de trabalho desses magistrados e magistradas em comissão sobre o tema criada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).  "Contamos com a sua contribuição. Entendendo as percepções de cada magistrado e magistrada acerca do problema, sejam elas vivenciadas diretamente ou à distância, a Anamatra poderá incrementar as condições de vida desses profissionais, mães e pais que cuidam cotidianamente dessas pessoas que estão sob suas guardas ou que são seus filhos", enfatizou.
 
Para participar da pesquisa, clique aqui. O questionário ficará disponível até o dia 21 de outubro.