Notícias

« Voltar

Fórum Trabalhista de Campinas recebe jovens aprendizes em visita guiada

Nesta semana de 16 a 20 de setembro, dezenas de jovens e adolescentes dos programas de aprendizagem do CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), dos Patrulheiros de Campinas e de outras entidades participam de visitas monitoradas pelo Fórum Trabalhista Desembargador José Teixeira Penteado, que reúne as 12 Varas do Trabalho de Campinas, o Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas da Justiça do Trabalho (Cejusc) e a Divisão de Execução, que atendem também os municípios de Valinhos e Jaguariúna. A iniciativa é do Juizado Especial da Infância e Adolescência (JEIA) de Campinas, coordenado pela juíza Camila Ceroni Scarabelli, e integra o Projeto "Conhecendo o JEIA e a Justiça do Trabalho"

Já no início da visita, os jovens têm contato com a exposição itinerante "Um mundo sem trabalho infantil", composta por 21 painéis que retratam as piores formas de exploração da mão de obra de crianças e adolescentes, com destaque para o maior deles, de 10 m X 1,8 m, que traça uma "linha do tempo" do trabalho infantil no Brasil. A exposição busca conscientizar a sociedade de que é preciso, com urgência, exigir o respeito aos direitos desses jovens, conforme estabelece a legislação brasileira, sobretudo a Constituição Federal de 1988 e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A juíza Camila Scarabelli acompanha os visitantes em algumas das audiências reais que são realizadas nas varas do trabalho do Fórum, explicando e mostrando aos jovens como funciona o processo trabalhista na prática. Na sequência, a comitiva pode conferir de perto as conciliações realizadas no Cejusc, durante a 9ª Semana Nacional da Execução Trabalhista, que acontece de 16 a 20 de setembro.

Na etapa subsequente do projeto, eles conhecem a Secretaria do JEIA de Campinas e participam de audiências simuladas. Os participantes desse projeto ainda recebem várias cartilhas orientativas sobre direitos dos aprendizes e proteção contra o trabalho infantil, participam de sorteio de cadernos da campanha #chegadetrabalhoinfanil e de camisetas do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem Profissional da Justiça do Trabalho.

"O objetivo das visitas guiadas é o de mostrar aos jovens e adolescentes dos programas das entidades parceiras um pouco do funcionamento da Justiça do Trabalho como asseguradora do respeito aos direitos das crianças e adolescentes, demonstrar a possibilidade de um futuro mais promissor e, ainda, promover o despertar da vocação daqueles adolescentes para que possam se interessar em ingressar na carreira jurídica", destacou a juíza Camila Scarabelli.