Notícias

« Voltar

Dia de Proteção às Florestas

O dia de 17 de julho é o Dia de Proteção às Florestas e, para nós, brasileiros, é uma data de extrema relevância, visto que somos conhecidos mundialmente como o país das florestas.

O Brasil tem a flora mais rica do mundo e a maior biodiversidade do planeta, com mais de 20% do número total de espécies sobre a Terra. Só a nossa Floresta Amazônica abriga um quinto da água potável disponível, sendo a maior reserva genética e a maior floresta tropical do mundo.

Além disso, cerca de 90% de todas as espécies terrestres de seres vivos são encontradas nas florestas, que oferecem não apenas um habitat para a biodiversidade, mas também uma série de serviços ecossistêmicos para os humanos. Elas ajudam a manter o ar, o solo, a água e consequentemente as pessoas saudáveis, desempenhando assim, um papel vital no combate a alguns dos maiores desafios da atualidade, como a luta contra as mudanças climáticas.

Embora os benefícios trazidos pelas florestas sejam amplamente documentados, a integridade e a sustentabilidade dessas formações vegetais estão ameaçadas pelos efeitos cumulativos do desmatamento, degradação da terra e competição por usos alternativos do solo.

Os dados do último Panorama Ambiental Global, divulgado em março deste ano pela ONU Meio Ambiente mostram que de 1990 a 2015, a proporção da superfície do planeta coberta com florestas passou de 31,6% para 30,6%.

O relatório alerta ainda que, conforme o desmatamento avança na Floresta Amazônica, o volume de chuvas tem diminuído — um sintoma da interação entre as florestas, o clima e as necessidades humanas. Estimativas recentes indicam que, caso o desflorestamento destrua de 20 a 25% da cobertura vegetal original da bacia amazônica, o bioma chegará a um "ponto sem retorno", com prejuízos irreversíveis para o ciclo hidrológico. Nos últimos 50 anos, 17% da extensão original da Amazônia foi devastado, de acordo com dados da WWF citados no panorama da ONU.

A Organização das Nações Unidas defende a educação sobre esses ecossistemas como estratégia para preservar os recursos naturais do planeta, além da adoção de hábitos diários que contribuem para o meio ambiente.

 

Veja a seguir 10 dicas importantes:

  1. Preserve as árvores. Não realize podas ilegais e nunca desmate uma área. É importante também não colocar fogo em propriedades, pois isso pode atingir matas preservadas.

  2. Cuide bem dos cursos de água. Nunca coloque lixo em rios, lagos e outros ambientes aquáticos e, principalmente, preserve a mata em volta desses locais. Essa mata protege contra erosão e assoreamento.

  3. Não pesque em épocas de reprodução e obedeça às regras que indicam a quantidade de pescado permitida. Também é importante não realizar a caça ilegal.

  4. Nunca compre animais silvestres sem registro. Ao comprar animais ilegais, você está contribuindo para o tráfico de animais, um problema mundial que afeta a biodiversidade de uma região, podendo até mesmo levar espécies à extinção.

  5. Cuide bem do seu lixo. Nunca jogue lixo no chão, importando-se sempre com o destino adequado dele. Separar o lixo reciclável é importante para diminuir a quantidade de lixo nas grandes cidades.

  6. Reutilize, reaproveite e recicle tudo que for possível. Caixas e plásticos, por exemplo, podem ser utilizados para acondicionar alguns objetos. Roupas que você não utiliza mais podem ser doadas. Alguns produtos podem virar itens de decoração. O importante é sempre ter em mente que quanto mais diminuímos a nossa produção de lixo, mais preservamos o meio ambiente.

  7. Reduza o consumo de água. Para isso, basta criar maneiras de aproveitar melhor água, como reutilizar a água da máquina de lavar, armazenar a água da chuva, não lavar calçadas com água e diminuir o tempo de banho.

  8. Reduza o consumo de energia elétrica. Evite o consumo exagerado, lembrando-se sempre de deixar aparelhos desligados quando não estiverem sendo usados e apagar as luzes que estão iluminando ambientes desnecessários.

  9. Evite andar apenas de carro. Os carros poluem o meio ambiente, por isso, sempre que possível, opte por deixar o carro em casa. Utilize o transporte público de sua região, criar sistemas de caronas, andar de bicicleta ou ainda ir a pé, dependendo da distância a ser percorrida.

  10. Compre apenas o necessário. A dica aqui é sempre se perguntar antes de uma compra: Eu realmente preciso? A produção exagerada de produtos ocasiona a exploração de nossos recursos de maneira descontrolada. Assim sendo, só consuma o necessário e só adquira produtos realmente importantes.

 

 

Fontes:

 

https://nacoesunidas.org/em-dia-internacional-onu-defende-educacao-sobre-florestas-para-preservar-recursos-naturais/

 

https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/biologia/10-dicas-importantes-para-preservar-meio-ambiente.htm